Home Notícias

    Associação dos Ex-alunos do CPOR/R | Notícias

    EXARNET - Apresentação da Reserva

    Para que todos fiquem em dia com as obrigações de reservistas.

     

    Acessem: http://www.exarnet.eb.mil.br/exarnet

     

    EXARNET - Apresente-se pela Internet

    1. FINALIDADE:

    Realizar a apresentação da reserva pela Internet.

    2. OBJETIVO:

    Aumentar os mecanismos de controle da reserva, visando a ampliação do

    índice de apresentação dos Reservistas da Disponibilidade.

    3. PERÍODO DE APRESENTAÇÃO:

    Pela Internet: 01 Dez a 31 Jan do ano seguinte acessando o EXARNET.

    Pessoalmente: somente de 09 a 16 Dez.

    4. CLASSE DE RESERVISTAS QUE PODERÃO REALIZAR O EXARNET:

    I - Oficiais e praças de carreira transferidos para a Reserva Remunerada;

    Oficiais demitidos do serviço ativo sem perda do posto e patente; Oficiais e

    praças Temporários licenciados, portadores de Certificados de Dispensa

    de Incorporação (CDI) classificados em "Situação Especial"; e Reservistas

    de 1ª e 2ª Categorias, licenciados a partir de dezembro de 2005 até 30 de

    novembro de 2009; e

    II - Aspirantes-a-oficial R/2 concludentes de CPOR/NPOR licenciados a partir

    de dezembro de 2005 até 30 de novembro de 2009.


    Última atualização (Sex, 25 de Dezembro de 2009 12:04)

     

    11º Encontro Nacional de Oficiais R/2

    11º Encontro Nacional de Oficiais R/2, em Brasília,

    entre 12 e 17 de out. de 2009.

     

    Relatório Sintético

     

    No dia 11/10, cheguei ao aeroporto de Brasília, onde encontrei o Presidente da nossa Associação, Ten R/2 Luciano Cassundé*. Seguimos ao Hotel de Trânsito de Oficiais para saber onde seríamos alojados. Graças à atenção do General Grault, do DGP, ficamos no alojamento da PE, até a manhã seguinte, quando encontramos o Ten R/2 Nogueira, Presidente da Associação dos Oficiais R/2 do Planalto, na entrada do 32º GAC. Onde nos alojamos, na 1ª Bateria, durante todo o Evento. Cumpre registrar nossos agradecimentos pela qualidade dos serviços, da alimentação e do acolhimento.

    O Encontro, Iniciativa do Conselho Nacional de Oficiais R/2, presidido pelo Ten R/2 Sérgio Pinto Monteiro, teve o apoio da AORE Planalto; cabendo ressaltar o notável suporte logístico do Comando Militar do Planalto, na pessoa do seu Comandante, Gen Salvador.

    O Encontro foi aberto no dia 12, no Batalhão de Guardas Presidenciais, pelo Comandante do Exército, Gen Enzo Martins Peri, que ressaltou o apoiamento do EB ao acontecimento; sublinhando que o Exército espera dos Oficiais R/2 a plena sintonização com a Força Terrestre, no segmento civil da Sociedade, sobretudo no âmbito das Instituições de ensino, inclusive universitário. Antes, usou da palavra o Ten Monteiro, Presidente do CNOR, tendo ressaltado o ânimo militar dos oficiais R/2. Houve formatura com desfile da nossa Tropa em honra ao Comandante do Exército, quando reavivamos o espírito verde-oliva que persiste em todos nós.

    Houve também plantio de mudas de Pau-Brasil no pátio do Batalhão Dom Pedro I.

     


     

    Conforme a Programação (em anexo), foram descerradas as placas de inauguração do NPOR de Intendência no 32º GAC, e do NPOR de Infantaria no BGP, demonstrando o empenho do Exército na formação de futuros Oficiais R/2.

    Ressaltamos, dentre outras, as Palestras dos Generais Santa Rosa, Heleno, Adhemar, Montezano, Jesus e Etchengoyen.

    O Gen Santa Rosa Chefe do DGP, focalizou a significação dos valores e dos símbolos nacionais, bem como a estratégia dos seguidores de Gromsci, de minar, paulatinamente, os alicerces desses símbolos e valores nacionais, com o fito da tomada, gradativa, do Poder.

    O Gen Heleno, Chefe do Depto. De Ciência e Tecnologia ressaltou o empenho da Força Terrestre no desenvolvimento científico e tecnológico e na produção nacional de armamentos, visando a Estratégia soberana de Defesa Nacional. Ressaltou também a baixa qualidade de muitas escola civis (incluindo o âmbito da necessária disciplina), salvo honrosas exceções.

    O Gen Adhemar ressaltou o empenho do CCONSEX na Comunicação Social do Exército de Caxias e na sensibilização da Sociedade em prol dos valores legítimos da Nacionalidade. Apresentou, inclusive, a música BRAÇO FORTE, MÃO AMIGA, do pernambucano Ivan Ferraz.

    O Gen Montezano, pelo DESEX enfatizou o papel formador dos CPOR e dos NPOR, juntamente com a AMAN, em prol de um significativo segmento da juventude universitária brasileira.

     

    * (Viajamos com recursos próprios).

    O Gen Etchengoyen, do Ministério da Defesa, enfatizou a mudança da Estratégia de Operações Combinadas (Exército, Marinha e Força Aérea) para a de Operações Conjuntas. Ressaltou, na Estratégia Nacional de Defesa, os fatores científico e tecnológico, a articulação e a prontidão, para a Mobilização Nacional, além da importância ambiental e da produção de alimentos e energia.

    O Gen Jesus destacou as ações do Exército, irmanado com a Marinha e Força Aérea, em Defesa da Amazônia brasileira, inclusive o papel do SIGS e dos Pelotões de Fronteiras, com o aproveitamento do índio, como soldado, resistente e experiente conhecedor dos segredos (inclusive alimentícios e medicinais) da Selva.

    Visitamos a Brigada de Operações Especiais, em Goiânia, com as Palestras do Comandante, Gen Paulo Humberto (que foi E3 do Estado Maior do CMNE) e dos Tenentes Coronéis Chefes dos Batalhões de Ações de Comando e Operações Especiais, bem assim do Destacamento de Operações Psicológicas.

    Impressionante é a capacidade de pronto emprego dessa Brigada de Operações Especiais, com seu poder dissuasório. A qual, ao deslocar-se a qualquer ponto do Território Nacional, conta com o pleno apoio do Comando Militar de Área.

    O Itamarati tem solicitado e contado com a participação decisiva dessa Brigada, em Operações de Apoio a brasileiros no exterior (sobretudo na África e em Países da América Latina).

    O Gen Paulo Humberto destacou também sua iniciativa de criação de um NPOR, com uma sistemática mista, ou seja: na Universidade Federal de Goiás e na Brigada de Operações Especiais, onde será realizado o Treinamento militar dos jovens.

    Visitamos também o Comando de Defesa Aero-Espacial Brasileiro, COMDABRA, que cobre e defende com os aviões de caça da FAB todo o espaço aéreo nacional, inclusive com a possibilidade de utilização da “lei de abate”.

    Tivemos também a Palestra da Marinha, reportando-se especialmente à chamada “Amazônia Azul”, que acrescenta ao Brasil uma Área oceânica do tamanho aproximado da nossa Região Amazônica. Foi destacado que um novo Mapa do Brasil está sendo providenciado, incluindo essa “Amazônia Azul” e nossas ilhas oceânicas. Foram ressaltados a riqueza petrolífera do Pre-Sal e o rearmamento da nossa Marinha, para a respectiva Defesa. Nessa visão estratégica, o Brasil está adquirindo cinco submarinos à França, inclusive um com propulsão nuclear. O que, além do mais, é uma necessidade patente, considerando os 8.500 Km da Costa Brasileira e os nossos 40 portos.

    Das observações colhidas nesse relevante Encontro, emerge a pertinência do pensamento proativo no sentido de valorizarmos todos – Civis e Militares – as cores verde-amarelas, aprofundadas no ensino, na pesquisa, na produção, na defesa e na comunicação social; elevando bem alto o culto efetivo aos Símbolos Nacionais. Sobretudo os Hinos e a Bandeira Brasileira, exalçados em Campanhas cívicas memoráveis pelo poeta Olavo Bilac, Patrono do Serviço Militar Obrigatório.

    Pela Associação Dos Ex-Alunos Do CPOR/Recife, levamos e oferecemos várias réplicas do Quadro da Igreja Votiva de Nossa Senhora dos Prazeres dos Montes Guararapes, bem assim o Informativo do CMNE, de agosto/2009, intitulado “Guararapes”, com nosso artigo “Guararapes: Duas Vezes e Sempre Brasil”.

    Casa Forte 27 de Outubro de 2009.

     

    Gildo Tavares N. Machado

    2º Ten R/2

    Presidente do Conselho Consultivo da

    ASS/Ex-Alunos/CPOR/Recife



    Última atualização (Qui, 10 de Dezembro de 2009 17:38)

     

    76º Aniversário do CPOR do Recife

     O último dia 13 de novembro foi um dia de festa no Casarão de Casa Forte: o CPOR do Recife comemorou seus 76 anos de idade.  

    A programação de aniversário teve início logo pela manhã, com uma palestra do Dep Roberto Magalhães (ex-aluno do Centro) para o corpo discente, falando sobre as questões políticas e conjunturais da Amazônia hoje, e os aspectos a serem analisados diante da questão da soberania nacional. 

    A tarde foi brindada com uma formatura geral, onde o Cmdo do CPOR e Associação dos Ex-alunos homenagearam diversas personalidades e autoridades. Oportunidade em que foi concedida, entre outras comendas, a Medalha Heróis de Casa Forte. Essa medalha, cuja concessão é um ato regulamentar do Presidente da Associação dos Ex-alunos, destina-se a agraciar personalidades que tenham contribuído, de forma relevante, para a formação dos Aspirantes-a-Oficial do CPOR do Recife, ou que tenham se destacado como colaboradores contínuos da nossa Associação. 

    Abrindo o desfile da tropa, um grupamento composto pelos ex-alunos presentes trouxe um brilho especial ao evento. Estampado naqueles rostos estavam visíveis a emoção e o entusiasmo dos que um dia tiveram a honra de desfilar por aquelas alamedas fardados como alunos da “escola de fazer heróis”, como bem diz os versos da canção do CPOR do Recife.  

    Fechando o dia de comemorações, após a formatura foi oferecido um agradável coquetel à beira da piscina do Complexo Desportivo Heróis de Casa Forte, que contou com o apoio da Cachaçaria Cavalheira oferecendo deliciosos drinks. Seguindo a tradição de todo aniversário, a festa encerrou com os parabéns e o corte do bolo.

     

    [para ver as fotos e os vídeos clique nos ícones do Picasa e YouTube do menu 'Acompanhe a AExAl']


    Última atualização (Qui, 10 de Dezembro de 2009 16:56)

     
    Doe agora
    Contribua com a nossa Associação.

    Associe-se | Anuidade
    Clique na carteira