Home

    Últimas Notícias

    Mais Lidas

    Paintball é a nova mania dos R2

    Para promover jogos de paintball entre os Oficiais da Reserva, a AORE fecha convênio com empresas do ramo. O passo inicial foi dado durante uma partida organizada pela Turma de 1994 na Power Paintball de Olinda. O jogo, que agora é mania entre os jovens de todas as idades, tem tudo a ver com o espírito e a atividade militar. O participante se diverte montando estratégias de ataque e de defesa para cobrir e progredir no terreno, e conquistar o campo adversário. A adrenalina vem da simulação de um combate real, mas com armas de ar comprimido que são chamadas de 'marcador', por serem específicas para dispararem bolinhas de tinta que marcam o adversário quando esse é atingido. E tudo não passa de uma brincadeira sadia e descontraída, na qual você vibra e confraterniza com seus amigos ao mesmo tempo e, por que não, matando um pouco saudade das técnicas aprendidas nos tempos de caserna.


    Que tal um campeonato entre diferentes Turmas, entre diferentes Armas/Qd/Sv, entre Ex-alunos e Alunos, entre Oficiais da Reserva e Oficiais da Ativa? Reúna a sua equipe (mínimo 10) e entre em contato com a AORE para jogar com descontos que chegam a 50%! Novas partidas serão divulgadas.
    Organizador: Ten R2 Gonçalves (Inf/94)

    Confira aqui as fotos.

    Última atualização (Ter, 16 de Agosto de 2011 01:25)

     

    2º Exercício no Terreno para Oficiais R2 dá um banho em qualidade e profissionalismo

    11 e 12 Mai 2011, Oficiais da Reserva reúnem-se mais uma vez no Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcante (CIMNC) e revivem a época do adestramento militar em um Exercício no Terreno do mais alto gabarito! A AORE e o CPOR do Recife, sempre unidos na nobre missão de formar e cultivar líderes-cidadãos nos mais caros valores da caserna, promovem o 2º ET Oficiais R2 como uma mobilização voluntária de 36 oficiais da reserva, coroada de pleno êxito.



    Pista de Cordas, Orientação, Acuidade Visual e Auditiva, Criptografia, Pista de Combate à Localidade, Progressão no Terreno, operações de Fibra, Iniciativa e Tenacidade, Exercícios de Desenvolvimento da Liderança foram algumas das atividades desenvolvidas pelos Oficiais da Reserva no campo.

    O CPOR/R, Unidade aplicadora do ET, mais uma vez deu um show de profissionalismo e responsabilidade pela forma como conduziu o evento. Todos os R2 participantes, de diversas idades e Turmas, hoje atuando nos mais diversos setores do segmento civil, não economizaram elogios aos Oficiais e Praças do CPOR/R envolvidos na atividade e preocupados com o sucesso e a segurança da operação. O mais alto grau de atenção dos militares responsáveis, o alto nível das oficinas, e o trato impecável e profissional dos Cb/Sd, ST/Sgt com os Oficiais da Reserva foram os pontos de maior destaque na Avaliação Pós Ação realizada entre os todos os participantes.

    Pelo êxito cada vez maior do ET entre os Oficias da Reserva oriundos do CPOR do Recife, a atividade já faz parte do calendário anual da AORE, do CPOR/R e dos Legítimos Herdeiros dos Heróis de Casa Forte.

    Essa sim é a autêntica RESERVA ATIVA!
    Veja as fotos do 2º ET, clique aqui

    Assista a um breve depoimento do Diretor de Divulgação sobre a mobilização voluntária da Reserva R/2, clique aqui

     


    Última atualização (Sex, 22 de Julho de 2011 00:45)

     

    Nota de Falecimento

    A Diretoria do Conselho Nacional de Oficiais R/2 do Brasil, consternada, comunica o falecimento hoje, dia 02 de julho de 2011, do 2º Tenente R/2 de Artilharia Itamar Franco. O companheiro, desaparecido aos 81 anos, era da turma de 1951 do NPOR do então 1º Grupo do 4º Regimento de Obuses, hoje 4º Grupo de Artilharia de Campanha - Grupo Marquês de Barbacena, em Juiz de Fora, Minas Gerais. O Tenente R/2 Itamar Franco era integrante da Associação dos Oficiais da Reserva do Exército, sediada em Belo Horizonte, filiada ao CNOR.

    O Senador Itamar Augusto Cautiero Franco nasceu no dia 28 de junho de 1930, a bordo de um navio que fazia a rota Salvador/Rio de Janeiro, tendo sido registrado em Salvador. Órfão de pai, que morreu de malária antes de seu nascimento, viveu uma infância pobre em Juiz de Fora, ajudando a mãe a entregar marmitas. Formou-se em engenharia e eletrotécnica pela Escola de Engenharia de Juiz de Fora, em 1955. Foi governador de Minas Gerais, senador durante 16 anos, prefeito de Juiz de Fora por dois mandatos e embaixador do Brasil na Organização dos Estados Americanos (OEA), em Portugal e na Itália.

    Eleito vice-presidente nas eleições de 1989, Itamar Franco tomou posse em 15 de março de 1990 junto com Fernando Collor de Mello, então governador de Alagoas. A chapa foi eleita com 42% dos votos em um segundo turno disputado contra o petista Luiz Inácio Lula da Silva.

    Após denúncias de corrupção e com a popularidade fragilizada por conta da situação caótica da economia, em função dos sucessivos planos econômicos frustrados e a hiperinflação, em setembro de 1992 o presidente Collor sofreu impeachment em votação no Congresso Nacional. Itamar Franco, então, assumiu a presidência, aos 62 anos, primeiro interinamente, entre outubro e dezembro de 1992. Em 29 de dezembro de 1992, se tornou, efetivamente, presidente da República.

    Como presidente, implantou o Plano Real, que estabilizou a moeda e acabou com a inflação, assinou a Lei dos Genéricos e a Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), que abriu caminho para a criação de programas de transferência de renda.

    Em 21 de maio deste ano, foi diagnosticado sofrer de leucemia. Alguns dias depois se licenciou do Senado a fim de tratar-se da doença no Hospital Albert Einstein . No dia 27 de junho, um boletim médico do hospital divulgou que sua situação tinha se agravado em virtude de uma pneumonia que o levou à UTI. O Tenente R/2 Itamar Franco faleceu nesta manhã.



    LUTO OFICIAL
                 O Presidente do Conselho Nacional de Oficiais R/2 do Brasil, no uso de suas atribuições estatutárias, RESOLVE decretar, no âmbito das Associações filiadas ao CNOR, LUTO OFICIAL de 5(cinco) dias pelo falecimento, em 02 de julho de 2011, do 2º Tenente R/2 de Artilharia ITAMAR AUGUSTO CAUTIERO FRANCO. À família enlutada, nossas sentidas condolências, extensivas às Associações dos Oficiais da Reserva de Minas Gerais - AOR/EB e AORE/JF.

    Rio de Janeiro, 02 de julho de 2011


    Sérgio Pinto Monteiro - 2º Ten R/2 Art
                 Presidente do CNOR

    Última atualização (Sáb, 02 de Julho de 2011 16:19)

     

    Gen Ésper se despede do CPOR do Recife

    No dia 28 de abril, o General de Exército Antônio Gabriel Ésper, Comandante de Operações Terrestres, visitou o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Recife (CPOR/R). Transferido para a Reserva Remunerada, a visita significou para o Gen Ésper e para o CPOR um ato informal de despedidas deste antigo comandante do Centro. Na ocasião, pôde reencontrar os militares, servidores civis e antigos alunos que estavam sob seu comando na Unidade, de 1992 a 1994. O Gen possui um histórico de um brilhante comando do CPOR. Anote-se também que foi um dos grandes responsáveis pela reativação do Colégio Militar do Recife (CMR), em 1994, após 6 anos sem funcionamento, trazendo para o interior das instalações do CPOR a sede provisória do CMR e assumindo o comando de ambas as Unidades naquele ano.

    Para acompanhar esta visita estiveram presentes o Gen Bda Manoel Lopes de Lima Neto - Comandante da 10ª Bda Inf Mtz, o Cel Antonio Carlos de Souza - Comandante do CPOR/R, Cel João Wayner da Costa Ribas - Comandante do Colégio Militar do Recife, a Diretoria da Associação de Oficiais da Reseva(R2) do Exército – Recife, antigos comandantes e integrantes do Centro.

    Destacaram-se na programação do evento: o canto da canção do CPOR, o Brado da Unidade (criado pelo Gen), visita às instalações do Curso de Artilharia, apresentação do Simulador de Observação do Tiro de Artilharia criado pelo Cap Noélio Heluy Ferreira-Instrutor do Curso de Artilharia do Centro, e um almoço de confraternização.

    Vale enfatizar o momento do Brado do CPOR do Recife. Foi a última vez na ativa que o Gen Ésper puxou, de viva voz, dispensando o auxílio do microfone, o brado que ele próprio criou em 1992, quando então Cmt do Centro. Conforme depoimento de antigos alunos ali presentes, o hoje General de Exército puxou o brado com a mesma garra, energia e vibração do então Cel Ésper, como se o tempo em nada tivesse alterado a sua paixão declarada em formar líderes-cidadãos do futuro. Missão essa que, conforme seu discurso, foi uma das mais gratificantes da sua carreira militar.
    Brado do CPOR do Recife:
    CPOR, quem somos?

    "Nós somos os Legítimos Herdeiros dos Heróis de Casa Forte.
    Em nosso quartel, aprendemos no hoje,
    A defender a pátria,
    A conduzir homens,
    E a ser a voz civil do Exército, na sociedade do amanhã!"
    [autor: Antônio Gabriel Ésper - 1992]
    Palavras do Gen Ésper
    Palavras do Gen Ésper

    Desfile da Tropa
    Desfile da Tropa

    Sala da Associação dos Oficiais da Reserva do Exército (AORE-Recife)
    Sala da Associação dos Oficiais da Reserva do Exército (AORE-Recife)

    Apresentação do Simulador de Observação de Tiro de Artilharia
    Apresentação do Simulador de Observação de Tiro de Artilharia

    Almoço de confraternização
    Almoço de confraternização
    Para ver todas as fotos da visita, clique aqui

     


    Última atualização (Seg, 23 de Maio de 2011 15:30)

     
    Mais Artigos...
    Doe agora
    Contribua com a nossa Associação.

    Associe-se | Anuidade
    Clique na carteira
    Siga a AORE/Recife
    Facebook Linked In Group Twitter YouTube Google Calendar Picasa
    Agenda R/2
    Clique no calendário Agenda R/2
    R/2 em ação
    Acontece na Defesa